Cristãos indígenas sofrem perseguição no Vietnã

| 27/02/2009 - 00:00


Os cristãos de Degar Montagnard e outros convertidos em diversas áreas do Vietnã enfrentaram grande perseguição após a morte de um camponês cristão.

Siu Krot, 65, foi morto em sua fazenda, depois de recusar vender sua terra. As autoridades locais pressionam os cristãos indígenas a vender suas terras abaixo do preço de mercado. A lei vietnamita foi cuidadosamente preparada para matar os cristãos indígenas, mas proteger os vietnamitas nativos.

No caso de Krot, um grupo da polícia e alguns civis esperaram por ele e pediram para que vendesse sua fazenda para eles. Quando Krot se recusou, o sequestraram e o mataram, açoitando Krot na cabeça, testa, nariz e queixo, até ele morrer.

Alguns missionários sugerem que o incidente é parte de algo maior, que tem como alvo os cristãos das áreas rurais. Em algumas províncias, os convertidos são perseguidos não só pelo governo, como também por budistas.

Há alguns anos, mais de 300 pastores tribais foram presos, ou simplesmente desapareceram. Fontes afirmam que milhares de cristãos de Degar Montagnards estão em diversas prisões, a maior parte por realizar atividades cristãs ou tentar sair do país.

Muitas casas foram destruídas e incendiadas, e os cristãos foram presos e torturados.
Diversos pastores foram condenados de três a onze anos de prisão por “pregarem o evangelho”. Muitos deles estão doentes e alguns já faleceram na prisão.

Ainda é muito difícil para as igrejas tribais funcionarem. Para serem “legais”, precisam se registrar no governo e receber uma permissão oficial para atividades cristãs. Isso permite que o governo controle e monitore as igrejas.

Apesar das dificuldades, os missionários notaram uma “mudança repentina” nas atitudes das autoridades em relação aos cristãos.

“Nosso ministério aproveitou esse tempo de ‘liberdade’ para viajar até áreas remotas. Uma das experiências mais impactantes foi a possibilidade de falar em lugares onde antes era proibido cultuar ao Senhor”, afirmou um missionário.

Enquanto o Vietnã passa por algumas reformas, os grupos de ajuda humanitária dizem que as autoridades estão fartas de permitir a propagação do cristianismo.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE