Líder cristão vietnamita está impedido de sair do país

O Dr. Paul Ai Tran, líder cristão vietnamita altamente perseguido, causador de grande frustração às autoridades comunistas por causa de sua igreja, deportado para os Estados Unidos em 1999, está preso na cidade de Ho Chi Minh, antes conhecida como Saigon.

Seu amigo próximo, Bruce Sonnenberg, diretor executivo e fundador da He Intends Victory disse que “Paul está em um hotel, preso na cidade, e é vigiado constantemente por dois policiais aonde quer que vá. Ele pode visitar os amigos e familiares, mas é observado 24 horas por dia.

“Agora, Paul é um cidadão americano, e tem visto de turista para voltar ao Vietnã. Eles não podem fazer nada a ele, mas querem tornar as coisas mais difíceis. O que estão dizendo é ‘Se você quiser vir para o Vietnã, pode vir, mas não irá embora enquanto não dissermos’. Estão brincando com ele, e acredito que o soltarão assim que se cansarem da situação.”

Sonnenberg continua: “A razão pela qual Paul não escolhe ficar na casa de um familiar em Ho Chi Minh é que os policiais interrogariam suas irmãs. Ele recebeu a opção de ficar em um hotel e facilitar as coisas para sua família. A polícia devolveu o passaporte dele, mas ainda não permitiram que ele deixe o Vietnã”.
“Talvez eles o liberem na próxima terça-feira, 24 de março. Paul queria ir para Da Nang e Hanoi, mas se ele puder ir embora, irá direto para Singapura e Malásia.”

Ao falar com Sonnenberg pelo telefone, Tran disse: “Não se preocupe comigo. Estou seguro nos braços de um Deus poderoso, muito mais poderoso que qualquer governo”.

Alguns pastores vietnamitas foram visitar Paul no hotel em que está. “Esses jovens pastores vietnamitas são muito corajosos, mais do que eu quando era recém-convertido. Eles não têm medo da polícia. Essa próxima geração de cristãos no Vietnã é dinâmica e agradeço a Deus por eles. Isso me dá esperança para o futuro do cristianismo no país”, diz Paul.

“Perguntei para Paul se os guarda-costas já aceitaram a Cristo, e ele disse: ‘Quase! Estamos chegando perto!’, afirma Sonnenberg.

O Dr. Paul Ai Tran ficou preso por 12 anos no total, por pregar o evangelho de Cristo. Em dezembro de 1999, Paul, Ruth e seus cinco filhos foram expulsos de seu país e se mudaram para Hampton, Virgínia, onde agora servem a Cristo com a Outreach International.

Paul foi para o Vietnã visitar sua família e cerca de 350 pastores que o consideram seu líder.