Padre é assassinado por causa de seu trabalho humanitário

O padre filipino Cecilio Lucero, de 48 anos, foi morto por criminosos desconhecidos na região do norte de Samar, sudeste da capital Manila.

A polícia afirmou que a emboscada ocorreu às 08h30min no dia 6 de setembro. O padre estava em seu carro, quando um grupo armado de aproximadamente 30 pessoas o atacou, próximo ao vilarejo de Layuhan. Cecilio morreu na hora, e as outras duas pessoas que o acompanhavam no veículo, Miras e Jose Isidro Aguda, ficaram gravemente feridas.

Cecilio Lucero pastoreava uma igreja em Catubig. Conhecido por seu comprometimento social como diretor do Social Action Centre (Centro de Ação Social), era o irmão mais novo de Wilmar Lucero, legislador no norte de Samar, e do vice-governador regional, Antonio Lucero.

Os investigadores especulam que o assassinato pode ter ligação com as atividades na defesa dos direitos civis e ajuda aos pobres. Emmanuel Trance, bispo de Catarman, espera que a polícia prenda os culpados o mais rápido possível. O assassinato do padre é o mais recente acontecimento em uma série de crimes no norte de Samar, sendo que, entre as vítimas estão políticos, empresários e representantes da imprensa. O centro de ação social confirma que, nos últimos seis meses, aconteceram 18 assassinatos na região.