Reunião de oração é invadida; pastor e família são agredidos

| 04/11/2009 - 00:00


Em Fukagirota, a 30 km de Kondagaon, Chhattisgarh, no distrito de Bastar, extremistas hindus invadiram o culto de domingo, 1° de novembro, acusaram o pastor de realizar conversões forçadas, o agrediram e jogaram seu filho no chão, ferindo gravemente sua orelha.

Akhilesh Edgar, um correspondente, relatou que por volta das 11h, um grupo de 100 extremistas hindus invadiu o culto da Milan Prarthana Mandir, agrediu o pastor, sua esposa e mais dez membros.

A polícia chegou ao local por volta das 13h e levou o pastor para a delegacia. Ele foi enviando para o hospital de Kundagaon, onde recebeu tratamento. Seu estado é crítico e o de seu filho, Akush Raj está com problemas de audição em seu ouvido esquerdo.

Líderes cristãos locais irão registrar queixa na polícia contra os extremistas.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE