Muçulmanos são presos após tentar entrar em igreja

Dois homens muçulmanos foram presos no Natal na igreja Saint Dominic, em Bahawalpur, Paquistão. A igreja já havia sido alvo de um ataque no dia 29 de outubro de 2001, quando quatro homens armados entraram na igreja e assassinaram 17 cristãos e um policial.

Os dois suspeitos foram levados sob custódia pelos seguranças da igreja quando tentavam entrar no local mesmo após os seguranças dizerem que eles eram “desconhecidos” e que “nunca foram vistos na igreja”.

Uma fonte afirmou para a ANS que os dois homens não deram respostas satisfatórias às perguntas dos seguranças, quando perguntaram de onde eles eram.

“Primeiro eles disseram ter vindo de Green Town Bahawalpur, mas um cristão dessa área disse que eles não eram de lá, e então, eles mudaram a resposta e disseram ter vindo de Hasilpur”, disse a fonte. “Um dos suspeitos estava segurando um celular, e os seguranças tinham quase certeza de que o telefone seria usado como um meio de comunicação com outros extremistas, para atacar os cristãos ocupados em seus afazeres”.

Um cristão, Sohial Nathaniel, disse: “Eu barrei os dois muçulmanos suspeitos. Pedi que eles fizessem o sinal da cruz e não souberam. Eles também não provaram seu endereço em Bahawalpur, onde os cristãos moram. Então, pedimos para que a polícia os prendesse”.

Nadeem Joseph, da igreja Saint Dominic, disse para a ANS: “O governo deveria tomar alguma atitude em relação a esse incidente. Parece ser uma conspiração. Isso me fez lembrar quando 17 cristãos e um policial foram martirizados na mesma igreja por extremistas muçulmanos em 2001”.

Ele diz que ficou chocado quando visitou a delegacia local com seu amigo no dia de Natal.

“Fiquei atônito quando soube que os suspeitos haviam sido soltos”.

“Por causa do terrorismo dos extremistas, fizemos todo o possível para que os cristãos ficassem tranquilos. Os seguranças da igreja têm sido uma bênção para nós, ou então correríamos o risco de ver se repetir o ataque de 2001.”

“Estamos tristes por eles terem sido soltos sem que soubéssemos. A lei aqui é ruim e não há sinal de melhoras.”

“A comunidade cristã já foi ameaçada através de mensagens de texto, mas graças a Deus, nenhum dano foi causado pelos extremistas e terroristas durante o Natal.”