Governo confirma informação de que reféns cristãos estão vivos

| 10/01/2010 - 00:00


Os seis reféns cristãos seqüestrados no Iêmen estão vivos.

O Primeiro Ministro Rashad al-Alaimi confirmou os rumores de que os cristãos estão nas mãos de rebeldes xiitas. Ele afirma que os alemães foram forçados a cuidar de guerrilheiros feridos.

Os representantes da Alemanha não negam nem confirmam a informação, e a força tarefa do governo ainda tenta encontrar uma solução.

A Aliança Evangélica Alemã se alegrou com a notícia. Se a família foi obrigada a cuidar dos feridos, eles estão cumprindo o mandamento de Cristo, que nos diz para “amar o nosso próximo”. As reuniões de oração realizadas pelas igrejas do país em favor dos reféns, continuarão a ser realizadas durante a semana de 10 a 17 de janeiro.

A família e o engenheiro britânico foram sequestrados em junho, durante um passeio em Saada. Eles estavam com duas estudantes e uma professora sul-coreana. Elas foram encontradas mortas no dia 12 de junho. Os nove cristãos eram colaboradores do hospital Al Jumhuri, em Saada.

O Iêmen está entre os 10 países mais intolerantes ao cristianismo na nova Classificação de países por perseguição. Da população de 21 milhões de habitantes, 99% são muçulmanos. Pequenos grupos de cristãos se reúnem em segredo.

Continue orando pelos reféns. Que eles sejam guardados e protegidos por Deus, e que falem do evangelho em todas as oportunidades apresentadas.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE