Cristão ortodoxo é assassinado a tiros em Mosul

| 01/06/2011 - 00:00


Comunidade cristã no Iraque foi vítima de outro assassinato. Na manhã de segunda-feira (dia 30), um cristão ortodoxo foi assassinado em Mosul, norte do Iraque. O homem que foi morto teria sido vítima de dois sequestros-relâmpagos no passado, mas conseguiu escapar. Desta vez, os agressores o esperaram sair de casa para trabalhar, para cometer o crime.

Fontes anônimas disseram que Arkhan Kihad Yacob era um cristão ortodoxo e vice-diretor de uma fábrica de cimento. Nascido em 1948 em Mosul, Arkhan era casado e pai de quatro filhos.

A comunidade local participou do funeral de Arkhan em uma igreja em Mosul. Com sua morte, os cristãos iraquianos se encontram novamente sob ataque de extremistas muçulmanos.

O incidente relembra o dia 16 de maio, em Kirkuk, quando o corpo de um homem cristão foi encontrado morto, após ter sido sequestrado e mutilado. Isso aconteceu porque sua família não conseguiu juntar US$ 10 mil para pagar o resgate.

Fontes no Iraque afirmam que os cristãos continuam a sofrer sob uma atmosfera de tensão e medo, pois são alvos de sequestros que sempre terminam em morte.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE