Paquistanesas iniciam campanha contra leis islâmicas que as desfavorec

| 07/05/2004 - 00:00


ISLAMABAD, 7 mai (AFP) - Um grupo de paquistanesas iniciou uma campanha contra a legislação islâmica encarnada pelas leis Hudood, que desde 1979 ameaçam a mulher adúltera de lapidação (apedrejamento), o ladrão de amputação e inclusive a vítima de um estupro da acusação de adultério se não conseguir provar que foi agredida.

Leia mais no UOL


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE