O Projeto Pérola mudou a vida de milhares de pessoas na China

Cristãos chineses contam o impacto da operação na fé e no governo do país

| 18/06/2021 - 06:00

A distribuição das Bíblias contrabandeadas mudou a vida de milhares de cristãos na China

A distribuição das Bíblias contrabandeadas mudou a vida de milhares de cristãos na China


Desde o dia 16 de junho, a Portas Abertas está contando sobre o Projeto Pérola, a ação que levou um milhão de Bíblias para cristãos na China, no dia 18 de junho de 1981. Você acompanhou o relato de Terry, tripulante da embarcação responsável pelo contrabando, e leu sobre os benefícios das Bíblias para cristãos chineses, como Charlie e Xiao Chen. Hoje, continuaremos a compartilhar os testemunhos de cristãos na China que tiveram a vida transformada com o Projeto Pérola.

Não apenas um grande milagre

O Projeto Pérola, com o contrabando de um milhão de Bíblias para a China, foi definitivamente um milagre; mas não foi apenas um grande milagre e, sim, uma série de pequenos milagres. “A cada passo que dávamos e cada incidente que acontecia, parecia envolver um ato sobrenatural. Mas depois que o projeto foi realizado, olhamos para trás e chamamos de ‘grande’ milagre. Mas havia muitos obstáculos a serem superados para ver esse ‘milagre’ até o fim”, compartilha o irmão Paul Estabrooks, da Portas Abertas Internacional, um dos organizadores do projeto.

No vídeo abaixo, ele conta mais detalhes sobre o planejamento da operação e como os envolvidos se prepararam biblicamente para levar os exemplares da palavra de Deus à China.

Quais as consequências para a vida dos cristãos chineses?

Mesmo sendo uma bênção para os cristãos, o contrabando de Bíblias para a China despertou ira nas autoridades do país, que queriam buscar os culpados pela operação e os punir. A irmã Cindy, que morava na mesma cidade que os cristãos chineses que organizaram o Projeto Pérola, lembra: “O navio passou com sucesso pela segurança da marinha e trouxe um milhão de Bíblias para a China em uma noite. Isso foi vergonhoso para o governo. A investigação levou cerca de oito anos e dois irmãos foram presos por dois anos”.

Um ancião de uma igreja local que estava envolvido no Projeto Pérola e que foi preso como parte da investigação relata: “Todos os que iam à igreja se reuniram na praia para salvar as Bíblias. Essa foi a maneira incrível de Deus de salvar as Bíblias. Trabalhamos até depois das quatro da manhã. Outros na aldeia tinham chamado as autoridades. Depois que o sol nasceu, os oficiais de segurança vieram monitorar. No segundo dia, eles começaram a investigar e queimaram as Bíblias que tínhamos guardado na praia. Mas a maioria das Bíblias já estavam escondidas por nós”.

O cristão foi investigado e detido por conta das investigações sobre o Projeto Pérola (foto representativa)

Todos os cristãos que tinham relevância na igreja foram investigados, monitorados e até presos pela polícia. Os que tinham ligação com o Projeto foram assediados pelas autoridades. “Naquele ano, fiquei detido por 14 dias, e minha família não sabia nada sobre isso. Depois de 18 investigações, as autoridades locais e regionais de segurança sabiam mais sobre os detalhes de como as Bíblias foram entregues do exterior do que eu. Toda vez que eu era interrogado, eu sempre dizia que não sabia de nada. Eu disse que não sabia um total de 17 vezes. Fui agredido algumas vezes quando eles ficaram com raiva”, finaliza o ancião.

Apesar de todo sofrimento e pressão das autoridades do país contra os cristãos, sobretudo os envolvidos na operação, o Projeto Pérola foi impactante para a China. “Os cristãos na minha província receberam muitas Bíblias e muitos em diferentes províncias disseram que receberam Bíblias também. Muitas igrejas se ergueram, milhares e milhares de pessoas aceitaram Jesus, e muitos líderes nasceram porque finalmente tinham as próprias Bíblias”, compartilha a irmã Cindy sobre o impacto do Projeto Pérola nos cristãos na China.

Os cristãos chineses enfrentam perseguição vinda de todas as esferas da vida

Hoje, a igreja de Lucy tem mais de mil membros que se reúnem em diferentes pontos de encontro. Por conta da perseguição, eles são zelosos para propagar o evangelho. Eles também fornecem materiais para cristãos secretos de origem muçulmana. “A vida deles é muito mais difícil que a nossa. As autoridades os monitoram muito mais perto do que nós. É nossa responsabilidade ajudá-los com os poucos recursos que temos. Não estamos fazendo mais do que aqueles irmãos e irmãs que arriscaram a vida para trazer Bíblias para nós”, compartilha Lucy, que foi abençoada com Bíblias do Projeto Pérola há 30 anos. 

A China ocupa o 17º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2021 e há anos o país integra o ranking de países mais perseguidos. A igreja na China continua a ter um forte crescimento, mas a vida para os cristãos não é fácil, principalmente por conta do Partido Comunista que lidera o país. A pressão aos cristãos é intensa, igrejas são monitoradas e implementações mais rigorosas de leis já existentes, como a proibição da venda on-line de Bíblias, também aumentaram.

O agradecimento dos cristãos chineses

A realização do Projeto Pérola mudou não só a história da igreja na China, mas também a vida de milhares de irmãos e irmãs chineses. Passados 40 anos da operação, as marcas da entrega continuam nos corações dos cristãos, que são gratos pelo contrabando de Bíblias. Leia abaixo a carta de agradecimento dos nossos irmãos e irmãs chineses.

Queridos irmãos e irmãs em nome do Senhor,

Shalom!

Somos vários irmãos e irmãs em igrejas chinesas. Representamos igrejas chinesas para expressar nossa gratidão a vocês – queridos irmãos e irmãs que ajudam os ministérios das igrejas chinesas. Em particular, vocês que derramaram seu coração, paixão, força e apoio financeiro ao Projeto Pérola há cerca de 40 anos. Esse projeto teve um enorme impacto no desenvolvimento das igrejas chinesas.

Representamos todos os irmãos e irmãs chineses para expressar nossa profunda gratidão a vocês! Que Deus os abençoe para continuar brilhando para ele!

Em Cristo,

Seus queridos irmãos e irmãs

Continue levando Bíblias para a China

A realização do Projeto Pérola só foi possível porque cristãos em muitos países se mobilizaram para levar a palavra de Deus aos cristãos chineses. Você também pode fazer parte dessa aventura e nos ajudar nesse contrabando em prol do Reino. Com sua doação, você se torna um parceiro da Portas Abertas, passa a receber em sua casa os exemplares da Revista Portas Abertas e abençoa irmãos e irmãs em todo o mundo. Embarque nessa conosco!


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE