Perseguição na África continua crescendo

| 21/01/2016 - 00:00


21-niger-0380101487

O extremismo islâmico, no mundo de hoje, tem dois principais centros: o Oriente Médio e a África Subsaariana, que são os países situados no deserto do Saara. Muitas vezes, em termos numéricos, a perseguição aos cristãos nessa região supera o que está acontecendo no Oriente Médio.

Dos 50 países da Classificação da Perseguição Religiosa 2016, 16 são da África. Um dos dois recém-chegados à lista é o Níger, que está na 49ª posição, onde a violência anticristã ficou ainda mais intensa após a publicação do jornal satírico francês Charlie Hebdo, que colocou em exposição a imagem do profeta Maomé chorando, em janeiro do ano passado, o que o mundo islâmico considerou ser uma provocação, e em retaliação à nova capa do jornal, houve protestos violentos que atingiram principalmente a comunidade cristã do Níger.

De lá para cá, houve muitas mortes, igrejas destruídas e ataques em diversos pontos do país. Em um discurso na TV, o presidente Mahamadou Issoufou questionou: ""O que os cristãos do Níger fizeram para merecer isso? Em que momento foram injustos?"". Mas a intolerância religiosa faz com que grupos radicais como o Boko Haram e o Al-Shabab cometam ataques sem precedentes. Apesar disso, um pastor nigerense destacou seu posicionamento em relação à violência vivida: ""Eu peço a todos os cristãos no Níger para perdoar e esquecer, amar os muçulmanos de todo o coração, manter a fé e amar a Cristo como nunca antes"". Ore para que nossos irmãos do Níger permaneçam firmes e consigam aplicar essas ações, como recomenda o pastor.

Leia também
Depois da destruição de tantas igrejas, cristãos realizam cultos em tendas
Igreja que era o símbolo da presença de cristãos no Níger está desolada
Cristãos no Níger ainda tentam se recuperar de ataques a igrejas


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE