Terremotos no Marrocos matam mais de 800 pessoas

Os terremotos atingiram a região do Alto Atlas, inclusive Marrakech

Portas Abertas • 9 set 2023


Taroudant foi uma das províncias atingidas pelos terremotos no Marrocos na noite de ontem

Taroudant foi uma das províncias atingidas pelos terremotos no Marrocos na noite de ontem

Um forte terremoto atingiu o Marrocos por volta das 23h (horário local) desta sexta-feira (8), matando mais de 820 pessoas e danificando edifícios, desde aldeias nas montanhas do Alto Atlas até a cidade de Marrakech. A maioria das mortes ocorreu em Marrakech e outras cinco províncias próximas do epicentro do terremoto: Al-Haouz, Ouarzazate, Azilal, Chichaoua e Taroudant.

Outras 672 pessoas ficaram feridas, segundo informou o Ministério do Interior de Marrocos na manhã de sábado. Dos feridos, 205 estão em estado grave. Mas o número total de vítimas ainda não é conhecido, pois as equipes de resgate têm dificuldade para passar por estradas cheias de pedras até as remotas aldeias nas montanhas mais atingidas.

O terremoto de magnitude 6.8 foi o maior já registrado no Marrocos em 120 anos e derrubou edifícios e muros de cidades antigas feitos de pedra e alvenaria não projetadas para resistir a terremotos. Depois de 19 minutos, outro tremor de 4.9 de magnitude também atingiu a região.


Pânico em Marrakesh



Em Marrakesh, a famosa Mesquita Koutoubia, construída no século 12, foi danificada, mas a extensão dos danos ainda não está totalmente clara. O minarete de 69 metros é conhecido como o “telhado de Marrakech”. Os marroquinos também publicaram vídeos mostrando danos em partes dos famosos muros vermelhos que cercam a cidade velha, Patrimônio Mundial da UNESCO.

As pessoas que acordaram com o terremoto correram para as ruas aterrorizadas. A televisão estatal mostrou pessoas aglomeradas nas ruas de Marrakesh, com medo de voltar para dentro de edifícios que ainda poderiam estar instáveis. Muitos se enrolaram em cobertores enquanto tentavam dormir ao ar livre, conforme informa a Associated Press.

O Marrocos ocupa a 29ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2023, e há igrejas domésticas no país, mas os cristãos agem em sigilo pois podem ser presos e multados por ter uma Bíblia ou por discutir a fé cristã com um muçulmano. 

 

Pedidos de oração

  • Ore para que o Senhor mantenha a igreja segura, fortaleça cada cristão e dê esperança. Que os líderes de igrejas saibam como ajudar os membros no que for possível.
  • Peça que as atuoridades tenham meios de resgatar os que estão soterrados sob os edifícios desabados e que Deus restaure a saúde dos feridos. 
  • Ore por aqueles que perderam entes queridos, para que sejam consolados pelo Senhor.
  • Clame para que o Marrocos receba assistência necessária de outros países.
  • Rogue pelas pessoas que passaram a noite nas ruas por medo. Que o Senhor fortaleça cada uma delas.

Sobre nós

A Portas Abertas é uma organização cristã internacional e interdenominacional, fundada pelo Irmão André, em 1955. Hoje, atua em mais de 60 países apoiando cristãos perseguidos por causa da fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2024 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco