“Veja como Deus nos ama”

| 21/11/2016 - 00:00


21-camaroes-homem-recebendo-alimentos

Antes dos ataques violentos do grupo extremista islâmico Boko Haram, Mamadou*, sua esposa e seus sete filhos viviam bem e felizes em Achigachia, na cidade de Mozogo, extremo Norte de Camarões. Mas a crise chegou e a família que morava numa casa confortável perdeu tudo. “Um dia fomos dormir com fome, havia apenas uma xícara de milho e mais nada. Caí de joelhos e orei a Deus pedindo ajuda. Cheguei a pensar que, assim que amanhecesse o dia, teríamos que bater de porta em porta pedindo algum alimento”, disse Mamadou.

Mas em vez disso, naquela manhã a família acordou com o barulho do pastor, batendo na porta deles, dizendo para irem buscar uma caixa na igreja. “Pensei que fosse algo que eu pudesse carregar facilmente, mas havia ali um saco de arroz, milho, açúcar, óleo, peixe e entre muitas outras coisas, tinha até sabonete”, conta o marido que surpreendeu a esposa ao chegar em casa com tudo aquilo.

""Quando ela me viu chegando, eu disse: ‘veja só isso, como Deus nos ama’ e todos comemoraram”, disse Mamadou com gratidão. Atualmente, eles moram em uma casa emprestada e a vida não tem sido fácil. Infelizmente, ele perdeu uma de suas filhas. “Ela ficou muito doente devido ao estresse do deslocamento e às dificuldades que passamos. Eu não tive condições de obter cuidados médicos adequados, e ela tinha apenas 12 anos”, ele lamentou. Assim como a família de Mamadou, muitas outras enfrentam esse tipo de dificuldade por professarem a fé cristã. Ore pela igreja em Camarões.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Leia também
O perigo se aproxima da igreja em Camarões
Violência contra cristãos aumenta


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE