Um bate-papo com o pastor Rohit

Havia uma quietude nos movimentos do pastor Rohit Ranjan à medida que ele falava com os membros da equipe da Portas Abertas sobre os últimos seis meses de sua vida, desde que ele foi libertado sob fiança da cadeia Kanker no Estado de Chattisgarh.

Ele sentia que esses meses se passaram rapidamente. Rohit valoriza imensamente cada dia, além da liberdade, fora da prisão... uma liberdade que geralmente desprezamos! O pastor foi acusado falsamente e ficou preso por mais de nove meses (leia aqui). Seu julgamento ainda está em curso e o risco de ser condenado com base nas falsas acusações é enorme.

Este pastor ainda sorri timidamente, dizendo que está tudo bem. Foi inspirador poder conversar com ele. Ele é um exemplo de viver em completa fé, confiando totalmente no Senhor.

As audiências do pastor Rohit desde janeiro foram adiadas cinco vezes. Extremistas hindus observam todos os procedimentos da corte, monitorando os casos que podem favorecer réus cristãos. A última data marcada para a audiência dele foi 11 de junho.

Para essa audiência, foi emitido um aviso à única testemunha que faltava depor – ela deveria comparecer ou sofreria graves conseqüências. O caso depende do depoimento dessa testemunha.

Totalmente ciente de que seu futuro corre perigo, o pastor é cuidadoso com o que diz quando lhe perguntam quais são seus planos para o futuro. Ele insiste que deve esperar pela decisão da corte.

Ele disse: “Estou gastando meus dias em Kanker, cuidando da minha igreja. Deus está nos abençoando, pois muitos estão conhecendo o Senhor de maneira maravilhosa. No entanto, eu preciso ser cuidadoso, já que os fundamentalistas observam minhas atividades constantemente. Há pouco tempo, um homem de 28 anos começou a freqüentar a igreja por conta própria. No começo era animador conversar com ele e ministrar a ele, mas fiquei surpreso ao ver que ele sabia tudo sobre mim e sobre o caso que me forjaram. Fiquei cauteloso em relação a ele, pois ele sempre me perguntava sobre como se converter ao cristianismo, e se eu poderia ‘convertê-lo’. Eu descobri que ele era de uma família hindu e que seus irmãos faziam parte do partido fundamentalista Bhartiya Janata (BJP). Provavelmente eu estava sendo ligado a um novo caso de ‘conversão’e lhe apresentei o evangelho de uma maneira clara. Aceitar Cristo era mudança de coração, e eu não podia ‘converter’ ninguém. Ele parou de ir à igreja depois de um tempo, o que confirmou minhas suspeitas. Louvei a Deus por sua mão protetora sobre mim até mesmo nisso”.

“Houve momentos de grande alegria nos últimos seis meses, já que seis famílias às quais eu pregava se encontraram com o Senhor de maneira milagrosa. Foi um tempo de intensa luta espiritual, e muitos demônios foram expulsos no nome de nosso salvador Jesus Cristo. Deus está trabalhando de maneira maravilhosa em Kanker”, disse ele.

Atualmente em Déli, o pastor Rohit acompanha a equipe da Portas Abertas da Índia nos seminários Permanecendo Firme Através da Tempestade. Oramos para que ele seja encorajado ao conhecer muitos pastores perseguidos no norte da Índia e, ao mesmo tempo, abençoar muitos com seu testemunho.

Nós encerramos a campanha de cartas para esse pastor, mas solicitamos a você que ore por ele. Peça a Deus pelo fortalecimento do Pastor Rohit. Seus pais e o restante de sua família não são cristãos e vivem bem longe dele, em Bhawanipatna, Estado de Orissa. Eles não o apóiam e se afastaram dele desde que aceitou a Cristo como seu Salvador. Ore para que o pastor Rohit não se sinta deprimido e nem que tenha sentimentos ruins, já que ele quer sempre seguir a vontade de Deus para a sua vida.