Igrejas na Colômbia socorrem refugiados venezuelanos

Apesar de passarem por problemas econômicos, cristãos colombianos não deixaram de acolher os necessitados

Enquanto os protestos contra as mudanças políticas e sociais acontecem nas principais cidades da Colômbia, muitos venezuelanos estão atravessando as fronteiras para a cidade de Arauca, em busca de refúgio e condições mínimas para sobrevivência.

A fuga em massa acontece desde março, quando as tropas das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas da Venezuela e dissidentes de ex-grupos guerrilheiros colombianos, como o Exército de Libertação Nacional (ELN) e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), iniciaram confrontos.

De acordo com as autoridades venezuelanas, dois militares morreram durante os conflitos e outros 11 ficaram feridos. Além disso, 32 pessoas foram presas e encontrados seis locais com armas, munições, explosivos e veículos. De acordo com os parceiros locais da Portas Abertas, a região é disputada pelos que desejam controlar a rota do tráfico de drogas.

Repartindo o pão

Nesse contexto, as igrejas em Arauca e Arauquita têm acolhido e tentado suprir as necessidades dos refugiados venezuelanos. Outras congregações estão abrigando as pessoas dentro dos templos. “Apesar dos problemas econômicos que muitas dessas igrejas estão enfrentando, especialmente devido à pandemia, as congregações estão cuidando dos deslocados, muitos dos quais são cristãos”, explica o parceiro.

Porém, essa atitude dos líderes cristãos tem consequências, já que alguns de Boyacá, Arauca e Casanare foram levados para interrogatório do outro lado do rio, na Venezuela. “As igrejas cristãs em ambos os países estão compartilhando o amor pelos mais necessitados, elas fazem isso apesar de muitas lutas econômicas e desafios de segurança”, finaliza o parceiro.

Encoraje cristãos na Colômbia

Viver como discípulo de Jesus no interior da Colômbia é algo arriscado que pode resultar em pressão, violência e até morte. Por isso, a Portas Abertas trabalha no país para fortalecer as famílias cristãs perseguidas. Envie um cartão com mensagens de encorajamento para os filhos dos cristãos perseguidos e ajude a nova geração da igreja a se manter fiel a Jesus.

Pedidos de oração