Igrejas reabrem suas portas no Iraque

| 10/11/2016 - 00:00


10-iraque-cruz-bandeira-liberacao-ei

Em Mossul, a segunda maior cidade do Iraque, já se pode ouvir os cristãos louvando a Deus novamente. Algumas igrejas já foram reabertas, cultos estão sendo realizados e, aos poucos, o que foi destruído está sendo levantado novamente. Apesar das dores e traumas causados pela guerra, muitos cristãos ansiavam por esse momento. Em Qaraqosh, cidade que também foi recapturada do Estado Islâmico (EI), muitos estão retornando às suas casas e as atividades religiosas também estão voltando aos poucos.

Embora seja uma fase decisiva para a igreja no país, os combates continuam em algumas regiões. Há cerca de 250 mil civis ainda no fogo cruzado e por volta de 5 mil soldados do EI que prometem lutar até a morte, já que Mossul é muito significativa para eles, foi lá que eles proclamaram a instauração de um califado em junho de 2014.

10-iraque-cruz-liberacao-ei
Para defender o Iraque, há 50 mil soldados lutando com a colaboração de outros combatentes aéreos dos EUA. Os cristãos que já retornaram para suas vilas são considerados corajosos, pois ainda não há segurança suficiente para eles e muito menos confiança em seus antigos vizinhos muçulmanos que abriram caminho para os extremistas islâmicos, pouco antes das cidades serem tomadas por eles. Ore por essa nação.

Leia também
Fortaleza cristã resiste aos ataques do Estado Islâmico
O futuro dos cristãos no Iraque
A esperança começa a brotar nos corações dos cristãos


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE