Índia celebra o Dia da Independência

Embora vista com bons olhos pelos demais países do mundo, a Índia oprime as minorias

Hoje é o Dia da Independência da Índia. Celebrado anualmente nesta data (15 de agosto), o feriado nacional indiano relembra a independência do país do Império Britânico. São 72 anos de liberdade. 

A Índia alcançou a independência na sequência de um Movimento de Independência liderado pelo Congresso Nacional Indiano (INC). A divisão foi feita a partir de linhas religiosas nos Domínios da Índia (hindus) e Paquistão (muçulmanos). No entanto, todo esse processo resultou em milhões de mortes, além de provocar um grande fluxo de migração.

Atualmente, devido à mistura de diferentes cores, culturas e realidades, a nação indiana é vista com bons olhos pelos demais países do mundo, frequentemente associada a um destino exótico para quem ama o turismo. O famoso Taj Mahal, por exemplo, recebe anualmente milhares de visitantes e movimenta a economia do país.  

No entanto, apesar de ser considerado um país aberto à diversidade, a Índia está entre as dez nações mais hostis ao evangelho. O grau de agressividade das organizações hindus cresceu nos últimos anos. Elas alegam que a Índia pertence ao hinduísmo e que outras religiões devem ser eliminadas do país.

O hinduísmo radical é o maior perseguidor de cristãos na Índia. Por isso, neste dia, em que o país celebra sua independência, lembre-se de orar por nossos irmãos indianos. A situação no país está se agravando, apenas entre janeiro e abril de 2019, um total de 21.930 cristãos indianos foram diretamente impactados pela perseguição. 

Conheça a Campanha Global Índia

Diante da crescente onda de violência e perseguição de cristãos indianos, a Portas Abertas criou a Campanha Global Índia, em 2018. A partir da sua doação, é possível continuar fortalecendo a igreja na Índia e ampliar o trabalho da Portas Abertas, de modo que alcance todos os cristãos vulneráveis à perseguição no país. Envolva-se!

Pedidos de oração