Mais de 5 mil pessoas ouvem testemunho de cristão da Nigéria

Nas 18 igrejas em que passou, os cristãos brasileiros puderam ouvir sobre o cenário da perseguição na Nigéria

| 16/10/2019 - 16:30

Ibrahim esteve no Brasil pela primeira vez entre os dias 26 de setembro e 14 de outubro

Ibrahim esteve no Brasil pela primeira vez entre os dias 26 de setembro e 14 de outubro


Entre os dias 26 de setembro e 14 de outubro esteve no Brasil, pela primeira vez, Ibrahim, um cristão da Nigéria. Durante esses dias, juntamente com uma equipe da Portas Abertas, ele visitou 18 igrejas nas cidades de São Paulo/SP, Londrina/PR, Recife/PE e João Pessoa/PB. No total, mais de 5.100 pessoas ouviram seu testemunho e entenderam um pouco mais sobre a perseguição no país.

Ao compartilhar seu testemunho, Ibrahim falou sobre os ataques do grupo extremista islâmico Boko Haram e como chegaram a seu vilarejo em 2014. Ele estava em casa, fazendo seu momento de devocional, quando ouviu o som de tiros. Subiu no muro e viu muitas pessoas armadas, de diversas idades, entrando na vila. Junto delas vinha um carro, do tipo de um tanque de guerra, atirando para todos os lados.

Neste momento, ele fez uma oração e pediu pela misericórdia do Senhor, para que sua vida fosse salva. Foi então que ouviu uma voz dizendo que não morreria. Sem saber onde se esconder, algo lhe disse para subir em uma árvore do quintal, porém, enquanto estava lá, ficou com medo e achou que estaria muito exposto. Decidiu descer, mas ainda não sabia o que fazer. Foi quando sentiu que deveria apenas ir. Ele então saiu correndo por entre os extremistas para sair da vila. Integrantes do grupo começaram a segui-lo e atirar, entretanto nenhum tiro o acertou e quando chegou a um lugar que olhou para trás, viu que não havia mais ninguém lhe perseguindo. Por conta disso, precisou ficar em um campo de refugiados com a família, porém no local não havia comida, roupas, colchões, remédios ou outras coisas que necessitavam.

Mas, foi ali que conheceu colaboradores da Portas Abertas. A partir desse momento, as coisas começaram a mudar em sua vida. Com o auxílio oferecido, conseguiu, aos poucos, reestruturar sua vida. Passou também a compartilhar seu testemunho, não apenas em seu país.

Apesar de toda a destruição direcionada aos cristãos nigerianos, ele conta que a igreja continua fortalecida em Cristo. Eles continuam realizando cultos na igreja, mesmo sabendo que ao se reunirem podem ser atacados a qualquer momento. Ainda assim, diz que depois de ter sua vida milagrosamente salva naquele ataque, nunca pensou em abandonar a fé.

Para a igreja brasileira, a mensagem foi para que aproveitem a liberdade religiosa que existe em nosso país, porque um dia a Nigéria já foi livre, mas hoje está na 12ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2019. Se você deseja levar um cristão perseguido em sua igreja para compartilhar seu testemunho, confira o próximo correspondente internacional que estará no Brasil.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE