Refugiados sofrem ataque; polícia prende 7 agressores

Cristãos do distrito de Kandhamal, Estado de Orissa, sofreram novamente um ataque por parte de fundamentalistas hindus.

Na vila de Bodimunda, há um campo de refugiados que abriga vítimas da violência que eclodiu na região em agosto do ano passado. No dia 27 de julho, eles deixaram o campo para retornarem à sua vila de origem.

Trinta e nove famílias foram para suas propriedades enquanto outras 13 permaneceram onde estavam. Uma vez que não têm casas, essas famílias construíram tendas, onde estão vivem atualmente.

Hindus de Bodimunda e da vila de Penagaburi, vendo o movimento, conspiraram para atacar no dia 29 de agosto as famílias que permaneceram no campo de refugiados.

O grupo chegou à rua Tidinaju, onde fica o acampamento, por volta das 22 horas. Eles quebraram as tendas e tentaram sequestrar e matar um cristão.

Travou-se uma luta entre os extremistas e os refugiados. Ao ver a situação, os habitantes de Bodimunda criaram um tumulto, e o superintendente de polícia foi notificado.

O superintendente enviou uma unidade, que chegou ao local à tempo. Vendo a polícia, os amotinadores fugiram. A polícia conseguiu capturar sete deles.

Bodimunda e suas redondezas estão bastante instáveis. A população amedrontada tem saído do local, com medo da insegurança

Pedidos de oração

• Peça ao Senhor para conceder força os cristãos nessa região.

• Interceda pelos cristãos, para que tenham coragem de ficar e enfrentar a oposição.

• Ore para que esse incidente não gere conflitos em outras áreas de Kandhamal.