Líderes de igrejas realizam grande evento evangelístico no Vietnã

Durante este fim de semana, o evangelista Luis Palau pregou o evangelho para milhares de pessoas na cidade de Ho Chi Minh, a maior do Vietnã.

Os líderes de igreja no Vietnã trabalharam com oficiais do governo até o dia do evento, para conseguir a permissão para o festival evangelístico.

No sábado, três horas antes do início do evento, eles receberam a permissão para realizar o festival em um estádio de futebol, e não em um campo aberto como haviam solicitado.

“Eu me sinto privilegiado de fazer parte deste evento histórico no Vietnã. A comunidade cristã aqui é tão apaixonada, tão patriota, otimista e tão esperançosos pelo futuro da nação. É algo maravilhoso de se ver. Amamos o Vietnã e estamos muito felizes. Queremos prestar muitos anos de serviço à nação, se Deus nos permitir”, afirma Palau.

O evangelista, que estava acompanhado de seu filho, pregou nos dias 9 e 10 de abril no festival em Ho Chi Minh (antiga Saigon) para celebrar os 100 anos da Igreja protestante no Vietnã. Milhares de pessoas aceitaram a Jesus Cristo.

Foi a primeira vez na história do país que um líder cristão internacional pôde pregar o evangelho para um público tão grande desde 1975, quando o país aderiu ao comunismo.

“Estamos tão animados em ter Luis Palau conosco aqui no Vietnã”, disse o pastor Ho Tan Khoa, um dos principais líderes de igreja do Vietnã. “Ele é um pioneiro – em servir a Igreja e em realizar eventos evangelísticos maravilhosos.”

Palau foi convidado para ir para Hanoi, a capital do Vietnã, para realizar um evento parecido nos dias 15 e 16 de abril. Os líderes ainda estão tentando conseguir a aprovação do governo para realizar o festival.

Segundo as leis vietnamitas no que concerne à religião, a liberdade de culto é vista como um privilégio, e não como um direito fundamental.

O governo comunista começou a permitir práticas religiosas no início dos anos 90, mas somente para grupos registrados legalmente. Mesmo assim, eles tinham que trabalhar segundo as regras dadas pelo governo.