Organizadores e participantes contam as experiências durante o DIP 2022

Confira os melhores momentos do movimento nacional de oração em favor da Igreja Perseguida

| 14/06/2022 - 13:00

Crianças, jovens e adultos foram impactados durante o Domingo da Igreja Perseguida 2022

Crianças, jovens e adultos foram impactados durante o Domingo da Igreja Perseguida 2022


Mais de 13,5 mil igrejas, 1.350.500 cristãos distribuídos nos 27 estados brasileiros clamaram pela Igreja na Nigéria e Oeste Africano durante o Domingo da Igreja Perseguida (DIP) 2022, que aconteceu no dia 12 de junho.

Na região mais mortal para os seguidores de Jesus, grupos armados e extremistas islâmicos destroem vilas e famílias inteiras com o objetivo de extirpar a presença do cristianismo. Entretanto, a Igreja brasileira não ficou parada diante desse diagnóstico e lutou em intercessão para que o Senhor intervenha e mude a realidade que afeta o Corpo de Cristo.

Impacto do novato ao experiente

De acordo com Francis Bincoleto, esse DIP foi um dos melhores dos 18 que já organizou na Igreja Cristã Moriah em São Paulo/SP. “A igreja respondeu bem diante das expectativas em relação ao envolvimento dos ministérios, na execução das atividades propostas para conscientização da necessidade do cristão perseguido, bem como na alegria em ofertar”, contabilizou.

Outros como Kathlyn Bruno participaram pela primeira vez de um DIP na Igreja Vida Nova na capital paulista. Ela contou que a experiência foi marcante: “Para mim, foi algo muito importante e especial que vou levar para vida. Muitos de nós não sabemos da importância da intercessão, muito menos temos tanto acesso à informação de tantos cristãos perseguidos. Assista o vídeo abaixo e veja os melhores momentos do DIP 2022. 

William Alves é correspondente local da Portas Abertas e está acostumado a levar a Palavra durante o DIP em diversas igrejas em Brasília/DF e região. Pela segunda vez foi até a Igreja Batista Evangélica de Brasília. “Ministrei a palavra no ano passado aqui nessa igreja, eles são envolvidos de corpo e alma com o DIP. Fazem camisetas, colam cartazes por todo o prédio, fazem chaveirinhos com os 50 países da Lista” testemunhou.

Francisco Fraga Filho já participou de outros DIPs e compartilha a mensagem com os familiares e jovens da Igreja de Bragança em Bragança Paulista/SP. “Ouvir e ver como nossos irmãos têm vivido a sua fé e se mantido é muito forte, por isso poder orar junto e apresentar eles em oração é algo que move nosso coração”, explica.

Chamados para impactar

Mesmo trabalhando há anos na organização do DIP, o pastor Marcus Vinícius Fonda da Igreja Cristã Evangélica Jd. Clarice nunca deixou de ser tocado pelas histórias de perseguição dos cristãos. “Sempre me pergunto por que Deus nos deu o privilégio da liberdade religiosa e como eu a tenho usado” revelou o pastor da igreja em São Paulo/SP.

Em Santana de Parnaíba/SP, Sarah Trindade organizou o DIP pela primeira vez na Igreja Presbiteriana em Aldeia da Serra. Ela viu outros membros serem impactados durante um breve momento de oração. “Mesmo que seja por alguns minutos vale muito a pena trazer essas informações para a igreja”, convida.

Edilene de Araújo organizou o DIP pela terceira vez na Igreja Presbiteriana da Vila Constantino em Patrocínio/MG. Além de mobilizar os irmãos na fé, ela dedicou a renda do ateliê que possuí para a campanha de fortalecimento da Igreja da Nigéria e Oeste Africano. Para os que se sentem chamados a fazer o DIP, ela aconselha: “Faça!! Mesmo que a igreja não se envolva, faça!”

Ore pelo Oeste Africano

O DIP 2022 já passou, mas sempre é tempo de interceder pelos nossos irmãos e irmãs que enfrentam a perseguição por seguirem a Jesus. Baixe o "Guia 30 Dias de Oração pela Nigéria e Oeste Africano" continue essa batalha espiritual em favor do Corpo de Cristo.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE