Os riscos de ser pai e cristão na Colômbia

Interceda por todos aqueles que têm filhos naturais e espirituais na Igreja Perseguida

| 14/08/2022 - 08:00

Um pai da Igreja Perseguida permanece fiel a Deus apesar do riscos de agressão, sequestro e mortes

Um pai da Igreja Perseguida permanece fiel a Deus apesar do riscos de agressão, sequestro e mortes


Hoje é o Dia dos Pais no Brasil, um momento em que muitas pessoas se alegram ao lado daqueles que as ensinaram a viver. Mas há outros que experimentam um vazio na alma pela ausência de um ente querido falecido. A segunda opção é comum em famílias cristãs que vivem em países onde há perseguição.

Na maioria das culturas dos países da Lista Mundial da Perseguição 2022, o papel do homem é constituir família e ser o provedor. Por isso, o pai é o alvo principal em ataques quando o objetivo é tornar vulnerável o restante da família. Além de serem agredidos física e verbalmente, os chefes das famílias perdem os empregos, são sequestrados e até mortos por seguirem a Jesus.

Essa realidade não acontece apenas em países distantes do Brasil, é comum também na Colômbia, onde os homens cristãos são perseguidos por pregarem o evangelho em territórios dominados por grupos armados e cartéis de drogas. Daniela é uma adolescente cristã que sentiu a dor da perda do pai na pele. O pastor Plínio foi morto a tiros na sala de casa, enquanto a filha de 12 anos brincava na rua e a esposa Alba trabalhava na cozinha com outras mulheres da igreja.

Daniela, a mãe e o irmão Sebastián, de cinco anos na época, foram levados para morar em outra região mais segura e receberam o apoio da Portas Abertas. Entretanto, o medo acompanhou a família e a mãe Alba mostrou um vídeo em que o caçula chorava. “Meu filho é muito expressivo. Ele é muito apegado a mim e à irmã dele. Ele chora e muitas vezes diz coisas como: Não quero que nada aconteça com você, porque eu ficaria sozinho”, testemunha a cristã.

A perda de um filho

Não é apenas a dor da perda de um pai que atinge a igreja na Colômbia. Alguns pais cristãos enfrentam o sofrimento de perder os filhos. Eles veem seus descendentes serem recrutados, sequestrados e até mortos por guerrilheiros e traficantes. Entretanto, não desistem de seguir a Jesus e fazê-lo conhecido nos locais mais humildes do país.

O pastor Mario perdeu a filha após um ataque em sua casa, onde funcionava também uma igreja. Durante o funeral da jovem, o líder cristão conseguiu encorajar os presentes a entregarem a vida para Jesus.

Alguns vizinhos ficaram espantados com a fidelidade dele e da esposa ao Senhor, mas hoje esse incidente tornou-se testemunho para outras pessoas. “Minha esposa e eu falamos muito sobre a nossa filha, sobre o que ela gostava de fazer. Graças a Deus, nos sentimos melhor”, completa.

Todos na família de Deus

Assim como Jesus disse em Mateus 12.50, todos que buscam amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como Cristo amou fazem parte da família do Senhor. Os laços não são biológicos, mas há pais, filhos e irmãos na fé, que trabalham na preparação do corpo de Cristo, até que Jesus venha. A Portas Abertas deseja que todos os pais da Igreja Perseguida e livre sejam abençoados tanto pelos filhos naturais como espirituais.

Também oramos para que aqueles que não tiveram um pai exemplar ou presente tenham o coração aquecido e transformado pelo nosso pai do céu. Ele, que não poupou o próprio filho em favor daqueles que ainda eram seus inimigos, tornou cada cristão em filhos adotivos, amados tanto como Jesus e herdeiros de um Reino que jamais terá fim.  

Conheça a história do pastor Mario

O pastor Mario tem um testemunho impactante que vai mexer com seu coração e fortalecer a sua fé em Cristo. Conheça-a na próxima quarta-feira, no lançamento do 6º episódio da séria Faces da Perseguição, segunda temporada. Assista!


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco