Perseguidas, mas fortes e vigorosas

| 01/03/2017 - 00:00


revista-e-vamos-orar-de-marco

No mês do Dia Internacional da Mulher, é mais comum ouvirmos e vermos pessoas e veículos midiáticos abordando sobre o valor da mulher. Realmente, no Brasil já podemos ver uma boa melhora nesse sentido. Mas, ao olharmos para a Igreja Perseguida, vemos que há ainda um longo caminho a ser traçado. Em muitos países, as mulheres além de serem perseguidas são julgadas. Entretanto, as histórias de superação entre elas são muitas.

Anwar* do Iraque, cuida dos pais idosos e da irmã que foi agredida pelo Estado Islâmico. Apesar do cenário difícil, ela vê motivos para seguir em frente. Na Síria, mulheres têm assumido a liderança, ocupando o lugar de muitos homens que morreram ou foram embora. Na Nigéria, Rebecca trabalha com órfãos e viúvas, que assim como ela, perderam o homem da casa. Ela não desiste de levar esperança a quem necessita. Hwa-Young* realiza um trabalho com mulheres norte-coreanas exiladas que se escondem na China. A vida de nenhuma delas é fácil, mas elas veem esperança no futuro e aceitaram o chamado do Senhor. Uma coisa que todas têm em comum é a decisão de não desistir de lutar.

Leia na íntegra esses e outros testemunhos que certamente edificarão sua vida na edição deste mês. Se você ainda não recebe a Revista Portas Abertas, cadastre-se e receba mais informações sobre a causa da Igreja Perseguida. Confira o que tem acontecido com os cristãos perseguidos pelo mundo, a agenda dos próximos eventos, visitas de correspondentes internacionais, comentários de nossos parceiros, um devocional especial, pedidos de oração e muito mais.

*Nomes alterados por motivos de segurança.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE