Rejeitada e zombada devido a fé

Após conversão, adolescente do Laos é obrigada a enfrentar exclusão e rejeição por parte de amigos e parentes

| 23/08/2022 - 08:00

Soy afirma que a alegria que sentiu ao ser liberta por Deus de um espírito mal foi arrasada por conta da perseguição intensa

Soy afirma que a alegria que sentiu ao ser liberta por Deus de um espírito mal foi arrasada por conta da perseguição intensa


Em uma vila remota no Laos, uma adolescente cristã foi presa pela fé com apenas 14 anos. Ela foi detida sem ter idade legal para isso, que é de 15 anos no país. Soy* é uma cristã que continuou escolhendo Jesus, apesar da rejeição e perseguição que recebeu da comunidade.


Atualmente, Soy é estudante e tem 16 anos. Ela é a segunda de três filhos, e foi a segunda a aceitar Jesus em sua família, apenas após a irmã mais velha. Ao relembrar o incidente ocorrido em dezembro de 2019, o dia em que foi presa pela fé com 14 outros cristãos, a voz dela falha e as lágrimas caem.


“No momento em que nos colocaram na van, senti muito medo. Não queria ir para a prisão. Eu tinha medo de que eles não nos soltassem.” Soy tinha apenas 14 anos na época e era nova na fé quando a polícia a prendeu. Ela era a mais nova entre todos os prisioneiros do complexo.


Quando os presos chegaram, os policiais pediram que parassem de praticar o cristianismo. “Eles falaram: ‘Se vocês pararem, nós os deixaremos ir para casa’. Então, nos deram um pedaço de papel para assinar concordando em negar a fé, mas nenhum de nós assinou, por isso nos trancaram.”


Soy se tornou cristã após ser regatada do poder de um espírito mal. Havia um espírito mal adorado na vila dela, conhecido como Pii Katai. Desde a infância, o espírito possui um membro por geração da família. A pessoa — normalmente uma menina — se torna a “oferta” da família. Na família de Soy, a irmã mais velha foi a primeira “oferta”. Mas ao se tornar cristã, o espírito saiu. Dessa forma, a próxima filha, Soy, foi possuída.


“Eu não queria mais estar sob a influência de Pii Katai. Um dia, meu primo veio nos visitar e me falou sobre Jesus. ‘Se você crer nele, todos os seus pecados serão perdoados. Você será livre do poder do espírito mal, assim como sua irmã foi’.”


Uma vida transformada

Antes da irmã de Soy se tornar cristã, ela passava dias chorando por causa do impacto do espírito mal sobre ela. Mas ao se entregar para Cristo, a vida dela foi transformada. “Meu primo acrescentou: ‘Eu quero que você também creia nele para que ele a proteja e livre das garras do espírito mal. Além disso, quando você morrer, não irá para o inferno. Pelo contrário, terá uma vida eterna com Jesus Cristo no céu’. Depois que aceitei a Jesus, me senti uma pessoa normal. Meu coração e alma foram completamente curados! Entretanto, minha felicidade foi arrasada por causa da perseguição severa. Meus amigos e primos não cristãos me odeiam e dizem coisas maldosas para mim.”

Abandonar as práticas e crenças religiosas da vila veio com um preço alto para Soy, principalmente quando os pais e outros irmãos também se tornaram seguidores de Cristo. Praticamente todos que Soy ama começaram a rejeitá-la e zombar dela.


Com lágrimas, ela continua: “Eu não sei por que eles odeiam tanto os cristãos. Na época, estávamos construindo uma casa. Enquanto trabalhava, as pessoas passavam e riam, zombavam e me assediavam. ‘Pare de construir essa casa. Você é cristã! Logo será forçada a deixar a vila. Nosso lugar não recebe bem cristãos! Você não pertence a esse lugar, vá para onde os cristãos ficam!”.


*Nome alterado por segurança.


Cuidado imediato para cristãos presos

Cristãos não apenas na Índia, mas em outros países do Sul e Sudeste Asiático, são presos e atacados por causa da fé em Cristo. Eles precisam de cuidado. Com?uma doação,?você garante que eles recebam a ajuda que precisam, seja alimento ou cuidado médico, logo após os incidentes.



Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE