Um cristão do Iraque começa a reconstruir a vida

Assim como Basman, que foi ajudado por meio de microcrédito, muito pode ser feito com sua ajuda no Iraque e Síria

O cristão iraquiano Basman fugiu da invasão do Estado Islâmico no Iraque para o Líbano, depois voltou para o Iraque, onde se abrigou em Erbil. Nessa cidade, começou a refazer a vida com um microcrédito que recebeu através de um parceiro local da Portas Abertas. No entanto, a batalha de Basman e família ainda não chegou ao fim.

A casa deles em Bartella, sua cidade natal, foi destruída e ainda não foi reconstruída. Isso porque as casas menos danificadas tiveram prioridade, com o objetivo de atender um maior número de famílias. Basman explica que até hoje um de seus filhos tem pesadelos sobre a casa e está muito assustado, apesar de tudo ter acontecido cindo anos atrás, em agosto de 2014. “Ele não entende porque as pessoas fariam uma coisa dessas, e eu nem mostrei as fotos da nossa casa em ruínas para minha mãe, pois sua saúde é muito fraca para enfrentar isso”, explica Basman.

É graças às generosas doações dos parceiros da Portas Abertas que muitas casas já foram reconstruídas no Iraque e Síria e microcréditos são oferecidos. Esse trabalhador cristão do Iraque pode agora sustentar a família e oferecer um futuro aos filhos. E Basman é apenas um dos muitos beneficiários. A organização parceira da Portas Abertas no Iraque já começou mais de 200 projetos de geração de renda, sobretudo dando microcrédito, nos últimos anos.

Aos poucos e com a ajuda do corpo de Cristo, a vida está voltando ao normal para muitos cristãos no Iraque e Síria. Basman testemunha: “Deus cuida de nós e acredito que um dia ele nos levará de volta a Bartella”. Para que essa esperança continue firme no coração dos nossos irmãos que um dia perderam tudo o que tinham, seu envolvimento é fundamental.

Ajude a igreja no Iraque e Síria a se levantar

Por meio de sua contribuição, famílias da Síria podem receber cestas básicas que as ajudam a se manter em meio a uma economia ainda instável, que reflete os resultados da guerra e da invasão do Estado Islâmico. Estenda a mão e faça a ajuda chegar até nossos irmãos!