Incidentes de perseguição persistem em Qaraqosh

| 12/09/2014 - 00:00


12_Iraq_site.jpg

A Agência Internacional de Notícias Assíria (AINA) reportou que o cristão Najib, de 75 anos de idade, e sua esposa Dalal, 72, não conseguiram deixar a cidade de Qaraqosh, no Iraque, após a invasão do Estado Islâmico (EI), por estarem muito idosos e doentes. No entanto, no final de agosto, foram forçados a sair por pistoleiros do grupo e, até então, não há mais informações do casal.
 
De acordo com a Middle East Christian News, militantes do EI prenderam dezenas de cristãos que ainda viviam no distrito Hamdaniya. Eles telefonaram para os seus familiares em 26 de agosto dizendo que foram presos onde realizavam os cultos da igreja. Até o momento da publicação, a comunicação ainda não havia sido restabelecida.

Ore pelo Iraque.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE