Juventude dedicada a Deus

Conheça a nova geração de cristãos na Ásia Central e entenda mais sobre seu passado histórico na União Soviética

| 01/11/2021 - 08:00

Apesar de serem ainda mais vulneráveis que os demais cristãos, os jovens na Ásia Central estão expandindo o Reino de Deus por meio de seus testemunhos

Apesar de serem ainda mais vulneráveis que os demais cristãos, os jovens na Ásia Central estão expandindo o Reino de Deus por meio de seus testemunhos


A Revista Portas Abertas de novembro apresenta a perseguição experimentada por jovens cristãos em países da Ásia Central. Os acontecimentos da história recente na região tiveram grande influência na vida dos cristãos locais. Na matéria de capa você conhecerá o testemunho de jovens que se decidiram por Cristo apesar da grande pressão e rejeição associadas ao cristianismo.

Um deles é Adil*, que atualmente está com 21 anos. Ele conheceu a Cristo ainda criança e, ao entrar para o exército, decidiu levar sua Bíblia. Diariamente, o jovem orava e lia as Escrituras, mas isso teve um custo. Ele foi severamente agredido, precisando ser hospitalizado. Mesmo após ter alta, a pressão por ser cristão não acabou. Seu superior tentou convencê-lo a abrir mão da fé, mas o jovem não recuou. Dessa vez, ao ser humilhado por um superior, o cristão recebeu auxílio dos demais soldados, que antes o agrediram.

Também é possível conhecer a história de Eldos, um jovem do Quirguistão. Ele também foi agredido por servir a Jesus, mas diferente de Adil, os agressores invadiram sua casa para fazê-lo. O jovem precisou de muitos tratamentos médicos e teve que fugir para outro país para se manter em segurança. Depois de um período fora, Eldos decidiu voltar para casa, apesar dos riscos que ainda corre.

A última história apresenta duas irmãs que se tornaram alvo de rapazes pelo simples fato de serem seguidoras de Jesus. A mais velha, de 16 anos, foi atacada por dois rapazes que queriam violentá-la sexualmente, mas a mais nova, de 12 anos, decidiu proteger a irmã. O resultado disso foi uma agressão tão violenta que ela perdeu todos os dentes. A equipe da Portas Abertas auxiliou a jovem na questão médica e de aconselhamento pós-trauma.

Já no projeto do mês, Murat* e Mira*, que lideram uma igreja doméstica em um país da região, compartilham sobre como deram início a um trabalho específico para jovens. Apesar das dificuldades, o casal compartilha sobre os frutos resultados do trabalho. O projeto do mês permite que jovens de países da Ásia Central recebam educação sobre a vida cristã, identidade e propósito em Cristo.

*Nomes alterados por segurança.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE