Perseguição aos cristãos aumenta no Tajiquistão

O Tajiquistão precisa das nossas orações, pois os cristãos enfrentam forte pressão para deixarem o evangelho

| 30/08/2017 - 00:00

O Tajiquistão está na Lista Mundial da Perseguição, e a paranoia ditatorial é o principal tipo de perseguição contra nossos irmãos na fé

O Tajiquistão está na Lista Mundial da Perseguição, e a paranoia ditatorial é o principal tipo de perseguição contra nossos irmãos na fé


O Tajiquistão é um dos países mais pobres da Ásia Central. A cultura nacional é muito parecida com a do Irã e Afeganistão e cerca de 20% da população trabalha em países próximos, como Rússia e Cazaquistão. Neste ano, ele ocupa a posição 35º na Lista Mundial da Perseguição. O governo impões regras e leis cada vez mais severas, que também interferem na esfera religiosa. O islamismo é a religião oficial, e isso aumenta a perseguição aos cristãos ex-muçulmanos. Eles enfrentam ataques, ameaças, prisões e multas, principalmente quando a igreja não é registrada.

Um líder cristão do país pede orações. “Queridos irmãos e irmãs, por favor, continuem a orar pelos cristãos e pela igreja no Tajiquistão. É evidente que a situação dos cristãos aqui está se tornando cada dia pior. As pessoas nos caluniam, instigando a revolta contra nós”, conta ele.

Segundo o líder, a polícia secreta e o comitê religioso do Estado planejam instalar câmeras de vigilância em todas as igrejas do país a fim de vigiar as celebrações de domingo. “Eles querem saber quem está pregando, o que estamos falando, vigiar os estrangeiros que frequentam as igrejas e ver como o culto é realizado. Por favor, ore por paz e coragem aos cristãos do Tajiquistão. Peça a Deus que tenhamos força para continuar pregando o evangelho no país”.  


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2023 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco