Quase morto por amor a Cristo

Saiba como está o jovem Eldos, do Quirguistão, que foi tão agredido por muçulmanos que precisou mudar de país após se recuperar

| 15/11/2021 - 08:00

Eldos é um jovem do Quirguistão que foi tão agredido por causa da fé em Jesus a ponto dos médicos falarem que ele morreria e, caso sobrevivesse, com certeza teria sequelas

Eldos é um jovem do Quirguistão que foi tão agredido por causa da fé em Jesus a ponto dos médicos falarem que ele morreria e, caso sobrevivesse, com certeza teria sequelas


Eldos é um cristão ex-muçulmano de 27 anos que vive no Quirguistão. Em outubro de 2018, três jovens radicais muçulmanos invadiram sua casa para atacar o pai de Eldos, que também é cristão. Como ele não estava em casa, os agressores tentaram reconverter o rapaz ao islamismo.

O jovem ficou gravemente ferido. Mesmo diante da possibilidade de morrer ou ficar incapacitado, familiares dos agressores o ameaçaram novamente, caso ele não retirasse a queixa contra os agressores. Após sua recuperação, o caso foi para a justiça. Diante de tantos problemas, o jovem mudou-se para outro país, onde vive atualmente com um tio.

Eldos foi escolhido pela Portas Abertas para receber mensagens enviadas por cristãos do mundo todo, inclusive do Brasil, por meio de uma campanha de cartões. Seu tio afirma: “Para ele foi muito reconfortante e encorajador receber tantas cartas. Nós ficamos muito emocionados. O que todos aqueles irmãos e irmãs escreveram, oraram e como compartilharam o que estava em seu coração: isso é o real amor de Deus, cuidado e orações. Nós constantemente sentimos o apoio das orações, é muito forte. Deus os abençoe”.

O relacionamento de Eldos com Deus está melhorando. Ele se habituou a acordar cedo, por volta das 4h da manhã, todos os dias e passa tempo sozinho com Deus. Aquele é o momento mais alegre do dia. Ele tem se fortalecido e se achegado a Deus, tudo enquanto passa tempo com ele.

“Há dificuldades e ameaças. Algumas pessoas continuam nos perseguindo, mas a maioria tem um bom relacionamento conosco. Alguns vizinhos nos respeitam mais porque perdoamos quem bateu em Eldos. Não pedimos compensação em dinheiro. Esse foi um bom testemunho. Agora temos uma vida pacífica, mas continuamos compartilhando o evangelho com parentes e vizinhos”, explica o tio do jovem. Eldos agradece a todos que oraram por ele e reconhece: “Eu só estou vivo por causa da oração de tantas pessoas. Obrigado”.

Jovens da Ásia Central

Diante da perseguição, a nova geração na Ásia Central, assim como Eldos, precisa aprender sobre a nova vida em Jesus. Os jovens são um grupo estratégico a ser alcançado, mas sua educação espiritual é com frequência negligenciada. Eles precisam de ajuda para continuar na fé, apesar das dificuldades. Sua contribuição permite que jovens recebam educação sobre vida cristã, identidade e propósito em Cristo.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE