ENTENDA A LISTA MUNDIAL DA PERSEGUIÇÃO

Como a Portas Abertas define a lista dos 50 países onde os cristãos são mais perseguidos? Leia o artigo para entender como é o processo da pesquisa anual que aponta os países mais hostis ao evangelho


A primeira Lista Mundial da Perseguição (LMP) foi publicada pela Portas Abertas em 1993. A pesquisa foi criada com o intuito de monitorar e medir a perseguição aos cristãos no mundo, porém, a Portas Abertas já investigava a situação da Igreja Perseguida desde os anos 1970.

O departamento de pesquisa da Portas Abertas desenvolveu uma metodologia própria para o processo de elaboração da LMP. Ao longo dos anos, a metodologia sofreu algumas atualizações para aumentar a credibilidade, objetividade, transparência e qualidade acadêmica. Desde 2014, a pesquisa da LMP é auditada pelo Instituto Internacional pela Liberdade Religiosa (International Institute for Religious Freedom - IIRF).


Como é feita a pesquisa da Lista Mundial da Perseguição?

A pesquisa de países onde os cristãos são mais perseguidos é feita por meio de uma série de procedimentos desenvolvidos pela Portas Abertas nos anos 1990 e que foram aprimorados ao longo dos anos. A metodologia é composta por um sistema de três passos para monitoração integral de hostilidades contra cristãos ao redor do mundo. São eles:

  • Análise global de países - combina informações de fontes como Freedom House, Pew Forum e Departamento de Estado dos Estados Unidos com resultados da internet e de outras buscas sobre manifestações de perseguição.

  • Investigação - os primeiros sinais de alerta emitidos pela análise global exigem mais pesquisas. Investiga-se por meio de algumas ferramentas, dentre elas, uma versão menor do questionário LMP. Se a necessidade de pesquisas mais aprofundadas se tornar evidente, a versão completa do questionário é usada.

  • Questionário LMP - enviado a especialistas e contatos-chave dos países investigados, consiste em uma pesquisa formulada com base no “conceito das esferas”, explicado mais abaixo.


Em casos muito evidentes, o questionário LMP será aplicado imediatamente após a análise global, ou mesmo sem ela. O Mali (na LMP 2013) e a República Centro-Africana (na LMP 2014) são exemplos disso, onde houve uma situação de perseguição súbita e grave envolvendo o tipo de perseguição opressão islâmica.

Conceito das esferas de pressão e violência

A metodologia LMP foi desenvolvida para permitir comparar os níveis de perseguição entre países, apesar de realidades políticas e demográficas muito diferentes. Acredita-se que a metodologia e a pesquisa da LMP estão equiparadas a uma pesquisa acadêmica minuciosa.

Um diferencial da metodologia é o “conceito das esferas”. Trata-se de uma estrutura de pesquisa em que perguntas são separadas por blocos que representam diferentes áreas da vida do cristão e da violência que ele enfrenta. As cinco esferas da vida são vida privada, família, comunidade, nação e igreja. Nessas cinco esferas, é analisada a perseguição que ocorre por meio de pressão (insultos, ameaças, discriminação, hostilidades, etc.). Já na esfera da violência é analisada a perseguição por meio de incidentes violentos (mortes, ataques, prisões, etc.).


Questionário da Lista Mundial da Perseguição

Enquanto a violência pode ser medida pelo número de incidentes ocorridos, a pressão precisa ser estudada de forma diferente, discernindo como a vida cristã e o próprio testemunho estão sendo pressionados nas diferentes áreas da vida. E é isso que o questionário da LMP tem o propósito de descobrir.

O questionário é respondido por uma vasta rede de contatos da Portas Abertas, que envolve as equipes de campo, as redes de contatos importantes de cada país a nível nacional (cristãos perseguidos) e diversos especialistas em perseguição religiosa e afins, que contribuem principalmente na verificação final e cruzamento de informações.

Estruturado por meio do conceito das esferas, o questionário possui 84 questões, divididas em seis blocos, sendo cinco blocos com perguntas sobre cada uma das esferas da vida e um bloco com perguntas sobre a violência enfrentada. Veja este exemplo de uma das perguntas do bloco sobre a vida privada: “Tem sido arriscado para os cristãos revelar a fé em formas escritas de expressão pessoal (incluindo expressões em blogs e Facebook, etc.)?”. E este outro, do bloco sobre a nação: “Os cristãos foram impedidos de viajar por motivos relacionados à fé?”.

Cada bloco possui de 10 a 20 perguntas e cada pergunta gera uma pontuação, conforme a resposta de todos que responderam. A soma da pontuação obtida nos 6 blocos resulta em um valor que, posteriormente, originará uma média final, que será a pontuação do país avaliado. Vale ressaltar que o bloco de violência tem considerações específicas no sistema de avaliação, pois ele atravessa todas as demais áreas da vida do cristão.

O questionário traz ainda um sétimo bloco com mais 16 perguntas que não são pontuadas, mas servem para disponibilizar informações adicionais. O preenchimento é on-line com a possibilidade de trabalhar off-line e está disponível em vários idiomas. Dependendo do local e da situação, há também versões impressas para chegar às pessoas de interesse.

Nível de perseguição e posição do país na Lista Mundial da Perseguição

Como explicado no tópico anterior, cada país avaliado obterá ao final da pesquisa uma pontuação. Dentro de uma escala de 0 a 100, a pontuação do país determinará o nível de perseguição e a posição na Lista Mundial da Perseguição. Entram no ranking os 50 países com a pontuação mais alta.

  • Perseguição Extrema - países que pontuaram entre 81 e 100 pontos.
  • Perseguição Severa - países que pontuaram entre 61 e 80 pontos.
  • Perseguição Alta - países que pontuaram entre 41 e 60 pontos.
  • Perseguição Variável - países que pontuaram 40 pontos ou menos.


É cada vez mais comum que países com a pontuação acima de 40 pontos fiquem de fora da LMP, por ser um ranking limitado a 50 países. No entanto, com o aumento da perseguição, muitos desses países requerem a nossa atenção. Por isso, foi criada a Lista de Países em Observação, que elenca os próximos 24 países com maior pontuação, ou seja, aqueles que ficaram nas posições 51 a 74 ao final da pesquisa.

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE