Coragem em tempos de dificuldade

Cristãos que foram atingidos pelas consequências da segunda onda da COVID-19 no Nepal falam sobre a ajuda recebida

| 30/08/2021 - 16:30

Kailash Majh foi um dos cristãos que receberam a ajuda oferecida por parceiros locais da Portas Abertas no Nepal

Kailash Majh foi um dos cristãos que receberam a ajuda oferecida por parceiros locais da Portas Abertas no Nepal


Jasmaya Ramtel* é uma cristã do Nepal que recebeu ajuda emergencial durante a segunda onda da COVID-19 no país. Assim como ela, diversos outros cristãos também foram beneficiados por meio da sua doação. Uma delas é Rani Karki*. No último ano, o marido dela morreu devido à COVID-19. Desde então, ela ficou com o filho e a nora.

“Meu filho ainda não tem um emprego permanente e não há uma renda fixa para minha família. Nós estávamos passando por um tempo realmente difícil. Em meio a isso, parceiros da Portas Abertas entraram em contato conosco e nos deram mantimentos. Esse é o amor de Deus mostrado por seus filhos. Essa ajuda emergencial trouxe alegria a nossa família e eu estou grata a Deus e ao seu povo. Vou orar sempre por eles”, ela explica.

Já Saili KC* vive com o marido. Eles estão esperando um bebê que chegará em breve. Devido ao lockdown, o marido dela perdeu o emprego e eles estavam com dificuldades financeiras. “Como estou grávida, preciso ter comida suficiente para o bebê ficar saudável. Estávamos com medo já que nossa comida era muito limitada. Por isso, pedimos a Deus que cuidasse de nós. Então ele nos enviou mantimentos por meio de parceiros da Portas Abertas. Cremos que isso é uma bênção de Deus. Eu dou graças a ele e também aos parceiros da Portas Abertas que nos ajudaram e encorajaram em tempos difíceis”, compartilha.

Rabi Magar é motorista de táxi. Sua esposa e filhos dependem dele por ser o único provedor da casa. Ele explica ter passado um momento difícil na primeira onda do coronavírus no Nepal. Mas, lentamente, a disseminação do vírus foi controlada e o medo diminuiu. Todos começaram a trabalhar e esperar que a situação voltasse ao normal em breve. Mas para o desânimo de todos, a segunda onda do coronavírus chegou ao país e foi pior e mais alarmante do que a primeira.

Para controlar isso, o governo impôs lockdowns, mas as pessoas pobres, como Rabi, sofreram por não possuir economias. “Minha família estava em uma crise financeira e tive que parar de trabalhar. Nós não podíamos fazer nada além de orar. Como resposta, Deus enviou seu povo com a ajuda. Por isso, expresso minha sincera gratidão aos parceiros da Portas Abertas por tamanho auxílio nesse tempo difícil. Foi de grande ajuda quanto as nossas ansiedades e preocupações. Eu louvo a Deus por seu cuidado e provisão.”

Ajuda necessária

Conheça mais sobre a realidade dos cristãos que vivem em países do subcontinente indiano

Durante a pandemia da COVID-19, em países do subcontinente indiano, muitos cristãos não receberam ajuda do governo por causa de sua fé. Em Bangladesh, também por crer em Jesus, muitos são impedidos de tirar água de poços comunitários. Por isso sua doação faz tanta a diferença nessas vidas. Ao doar, você cobre os custos na instalação de um poço artesiano para uma família cristã em Bangladesh. Envolva-se na causa da Igreja Perseguida.

*Nomes alterados por segurança.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE