Nepal

Posição no ranking:

53

Nepal
  • Tipo de Perseguição Nacionalismo religioso, opressão do clã
  • Pontuação na pesquisa
    62
  • ReligiãoHinduísmo
  • CapitalCatmandu
  • População30,5 MILHÕES
  • População cristã1,3 MILHÃO

Doe agora!

R$

*Informações referentes à Lista Mundial da Perseguição 2023. Em breve este perfil será atualizado.

Como é a perseguição aos cristãos no Nepal? 

Cristãos de origem hindu são submetidos a grande pressão, pois são vistos como traidores da fé dos ancestrais. Recém-convertidos e membros de igrejas protestantes também enfrentam pressão de família, amigos, comunidade e autoridades locais. 

As igrejas católicas e igrejas onde estrangeiros congregam são as que enfrentam menos problemas. De tempos em tempos, grupos radicais hindus se aproveitam da instabilidade política do país para atacar cristãos e ficarem praticamente impunes. 

Há relatos de igrejas atacadas, agressões físicas a cristãos e prisões arbitrárias. Alguns cristãos também precisaram fugir de casa e dos vilarejos por causa das ameaças. Outro agravante da perseguição é a legislação anticonversão, aprovada em 2017, que causa diversas restrições aos cristãos a nível nacional.  

“Perdi meu relacionamento familiar e muitas outras coisas quando aceitei a Cristo. Mas sempre senti a presença de Deus em minha vida. Ele proveu minhas necessidades e me manteve segura.” 

Kabita Khatri (pseudônimo), cristã perseguida no Nepal  

Como as mulheres são perseguidas no Nepal? 

Apesar da sociedade multicultural no Nepal conquistar alguns avanços na liberdade religiosa com a Constituição de 2015, as leis anticonversão e a lei da blasfêmia continuam em vigor.  

Há perigo para cristãos de origem hindu que revelam a fé publicamente. Quando isso acontece, as mulheres cristãs enfrentam várias formas de pressão. “Inicialmente, elas são torturadas emocionalmente e, depois, gradualmente a tortura física começa a aparecer. Ao fim, elas são subjugadas ao desprezo da família e da comunidade”, conta um especialista do país.  

Os parentes mais próximos dessas cristãs podem trancá-las em casa, privá-las de necessidades básicas e de apoio financeiro. Em raras ocasiões, as famílias fazem acordos pré-nupciais para casar as filhas com homens não cristãos com objetivo de salvar a reputação da família. Nesses tipos de casamentos, as mulheres são intensamente pressionadas a deixar a fé cristã.  

Se uma mulher já era casada quando se torna cristã e o marido não apoia a escolha de fé, ela pode perder os direitos legais individuais e de custódia dos filhos e, em alguns casos, pode terminar em divórcio. 

Na nação cuja história e cultura estão enraizadas no hinduísmo, mulheres e meninas usufruem de poucos direitos. Os desafios mais persistentes são os assédios físicos, sexuais e emocionais que cristãs de origem hindu enfrentam.  

Como os homens são perseguidos no Nepal? 

Os homens e meninos cristãos são mais vulneráveis à perseguição quando são recém-convertidos, especialmente se são vistos em público nos cultos ou acompanhados de líderes cristãos. Eles também são as principais vítimas de abusos físicos e mentais por parte da família e da sociedade. Com frequência, eles são marginalizados socialmente.  

Cristãos de origem hindu no Nepal também têm o acesso a herança da família e outros direitos básicos negados, como certidão de nascimento. Eles também são vítimas de assédio em locais públicos, como mercados, e no ambiente de trabalho.  

Muitos homens cristãos de origem hindu costumam migrar para novas cidades ou áreas para recomeçar e evitar os problemas econômicos. Homens e rapazes também são vítimas de falsas acusações e denúncias que resultam algumas vezes em prisões.  

De acordo com a lei do Nepal, os cidadãos não podem ser intimidados por oficiais públicos por motivos religiosos. No entanto, na prática, esse tipo de perseguição acontece com frequência, especialmente nas Forças Armadas, em que cristãos já perderam promoções de trabalho por causa da fé em Jesus.  

Nas áreas rurais, há relatos de hindus que excluíram cristãos das decisões da comunidade e fóruns públicos. Para ingressar no exército, ocupar posições no governo e na polícia, cristãos são obrigados a participar de rituais hindus, o que inclui comer alimentos dedicados aos ídolos ou usar a pintura vermelha no rosto característica das festas hindu.  

Pastores de igrejas locais e líderes cristãos são os principais alvos de assédio. Radicais hindus focam os ataques nesse grupo de homens para servirem de exemplo para as igrejas que lideram e para os cristãos na região. Eles escolhem os pastores porque consideram que eles são responsáveis pelo aumento das conversões ao cristianismo. Um especialista do país explica que “líderes de grupos étnicos, especialmente no Norte e no extremo Sul do Nepal, demonstram intolerância religiosa. Isso resulta em incidentes sérios, que têm como objetivo perseguir evangelistas, pastores e igrejas recém-plantadas”. 

Os pastores também são vítimas de falsas acusações de crimes, ameaçados com agressões físicas e, em algumas ocasiões, são forçados a deixar a comunidade. Um exemplo desses perigos aconteceu em maio de 2021, quando um líder cristão foi falsamente acusado de traficar drogas. Ele ficou preso durante 48 horas e sofreu abusos físicos e psicológicos da polícia. Por causa da agressão severa, ele perdeu o movimento das pernas. 

Como os homens e meninos cristãos são vítimas de agressão física extrema ou marginalizados, eles encontram poucas oportunidades de trabalho para sustentar as famílias. A maioria dos homens são considerados os responsáveis pela provisão da família na região, portanto, quando são perseguidos e discriminados, toda a família enfrenta problemas econômicos e vulnerabilidade social.    

Como posso ajudar os cristãos perseguidos no Nepal?  

Além de orar por eles, você pode ajudar de forma prática doando para os projetos da Portas Abertas de apoio aos cristãos perseguidos. Doando para esta campanha, sua ajuda vai para locais onde a necessidade é mais urgente. 

QUERO AJUDAR 

Quem persegue os cristãos no Nepal? 

O termo “tipo de perseguição” é usado para descrever diferentes situações que causam hostilidade contra cristãos. Os tipos de perseguição aos cristãos no Nepal são: nacionalismo religioso e opressão do clã. 

Já as “fontes de perseguição” são os condutores/executores das hostilidades, violentas ou não violentas, contra os cristãos. Geralmente são grupos menores (radicais) dentro do grupo mais amplo de adeptos de uma determinada visão de mundo. As fontes de perseguição aos cristãos no Nepal são: oficiais do governo, líderes religiosos não cristãos, grupos religiosos violentos, parentes, partidos políticos, cidadãos e quadrilhas, líderes de grupos étnicos.    

Pedidos de oração do Nepal 

  • Peça a Deus que ajude os homens e rapazes cristãos a encontrarem empregos e assim levar o sustento para as famílias no Nepal. 

  • Interceda pelos pastores e líderes cristãos que são vítimas de falsas denúncias.  

  • Rogue ao Senhor que transforme o coração dos radicais hindus que perseguem os cristãos no Nepal e mostre a eles o grande amor de Jesus.  

Sobre nós

A Portas Abertas é uma organização cristã internacional e interdenominacional, fundada pelo Irmão André, em 1955. Hoje, atua em mais de 60 países apoiando cristãos perseguidos por causa da fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2024 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco