Cristãos presos injustamente no Irã

Conheça em detalhes os desafios vividos por Mohamedreza e outros cristãos presos no Irã

| 10/08/2022 - 12:00

Novo episódio da série Faces da Perseguição conta a história do cristão de origem muçulmana Mohamedreza

Novo episódio da série Faces da Perseguição conta a história do cristão de origem muçulmana Mohamedreza


O novo episódio da série Faces da Perseguição conta a história de Mohamedreza. Ele nasceu no Irã, onde, desde 1979, o islamismo é a religião oficial do Estado. Os iranianos que seguem outras religiões são discriminados, vigiados e presos com frequência. Mesmo as igrejas históricas são consideradas suspeitas pelo governo, que julga o cristianismo como uma influência do Ocidente. 


Apesar de crescer em um lar muçulmano, Mohamedreza sempre teve dúvidas quanto à sharia (conjunto de leis islâmicas) e os princípios da religião islâmica. A primeira aproximação com os cristãos aconteceu quando ele era criança e tentou entrar em uma igreja. Ele foi impedido, pois suspeitaram que ele era um espião; ainda assim a curiosidade quanto ao cristianismo permaneceu.
 


Anos depois, quando o sogro teve um câncer e não sabia a quem mais recorrer, um amigo lhe apresentou Jesus e, naquele momento, Mohamedreza se tornou um cristão. Além da resposta as suas preces, Mohamedreza também encontrou a perseguição. Quando descobriram sua conversão, ele foi preso e muito maltratado. Ele não sabia se seria livre novamente e não foi o único preso por crer em Jesus no Irã.
 


Presos por amor a Cristo
 


Muitos cristãos têm sido interrogados ou presos pelos agentes da Inteligência Iraniana, como Mohamedreza, sob acusação de participarem de grupos revolucionários e perturbarem a ordem do país. Os cristãos armênio-iranianos
Joseph, Mina e Malihe, por exemplo, estão presos há mais de cinco meses porque organizaram e apoiaram igrejas domésticas no Irã.  


Apesar de a corte concordar em reduzir a sentença ou substituí-la pelo pagamento de fianças para outras pessoas, isso não aconteceu com Joseph, Mina e Malihe que começaram a cumprir este ano sentenças entre seis e dez anos de prisão. Eles sofreram novas violações dos direitos de defesa. Joseph havia feito um apelo à Suprema Corte, mas o pedido foi negado sem comentários ou possibilidade de recorrer da decisão.
 


Não perca!
 


Veja o testemunho completo de Mohamedreza no novo episódio da série Faces da Perseguição.
Assista! Você também pode ver as histórias anteriores no site e receber os próximos episódios antes do lançamento oficial ao se cadastrar no link. 




Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2023 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco