Cristãos tribais enfrentam repressão policial na Índia

Grupos da etnia kuki protestaram contra a expulsão deles de vilarejos

Portas Abertas • 2 mai 2023


Policiais usaram bombas de gás para dispersar o protesto (foto representativa)

Policiais usaram bombas de gás para dispersar o protesto (foto representativa)

Na última sexta-feira, 28 de abril, protestos contra a expulsão do grupo étnico kuki de um vilarejo se tornaram um conflito violento no estado de Manipur, Norte da Índia. As autoridades afirmam que estão expulsando os cristãos tribais kuki para proteger a floresta.  


O Fórum de Líderes Indígenas vem se opondo ao mapeamento da floresta implementado pelo governo há algum tempo. A maioria dos manifestantes são cristãos tribais ameaçados pela atual
gestão do partido pró-hindu BJP que busca evacuar as áreas de florestas e vilarejos onde os cristãos tribais vivem há anos. 


Repressão violenta
 


A equipe de polícia em Manipur usou bastões, bombas de gás e balas de borracha para dispersar a multidão. Os manifestantes, por outro lado, se uniram no local em que o governador N. Biren Singh faria um discurso para protestar.
 


Aproximadamente 100 cadeiras e outros equipamentos foram incendiados. Por isso, o Fórum de Líderes Indígenas exigiu um cessar-fogo de oito horas. O protesto foi considerado uma violação da lei 144, que proíbe a reunião de três ou mais pessoas sem a autorização do governo.
 


A parceira local Aisha disse que “a eletricidade pode ser cortada e o Wi-Fi será desligado. Ouvimos os tiros de tempos em tempos e as bombas de gás continuam sendo lançadas nos grupos de pessoas que tentam confrontar a polícia. Ouvimos gritos e agitação. Não estamos seguros e acreditamos que a situação vai piorar”.
 


Muitos cristãos perseguidos estão presos na cidade e nas áreas ao redor afetadas. A postura também preocupa cristãos perseguidos nos países vizinhos, como
Mianmar, que vivem em regiões de floresta próximas à Índia.  


Pedidos de oração
 

  • Ore para que a violência dos protestos termine e todos possam discutir os interesses em paz.  
  • Interceda pelos cristãos tribais que se sentem ameaçados e coagidos a deixar a terra que conhecem e suas casas.  
  • Peça a Deus que conceda sabedoria aos líderes cristãos para que conduzam os cristãos locais em amor e graça. 

Sobre nós

A Portas Abertas é uma organização cristã internacional e interdenominacional, fundada pelo Irmão André, em 1955. Hoje, atua em mais de 60 países apoiando cristãos perseguidos por causa da fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2024 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco