Tunísia

Posição no ranking:

33

Tunísia
  • Tipo de Perseguição Opressão islâmica, paranoia ditatorial
  • Pontuação na pesquisa
    69
  • ReligiãoIslamismo
  • CapitalTúnis
  • População12,1 MILHÕES
  • População cristã22,2 MIL

Doe agora!

R$

Como é a perseguição aos cristãos na Tunísia? 

Os cristãos consistem em uma pequena minoria na Tunísia. Igrejas tradicionais como a Católica Romana e a Ortodoxa, que servem amplamente aos cristãos estrangeiros, são oficialmente reconhecidas pelo governo e desfrutam de relativa liberdade, apesar do evangelismo público não ser tolerado. 

Cristãos tunisianos, entretanto, não são reconhecidos e não têm prédios de igreja reconhecidos oficialmente. Tunisianos que se convertem do islamismo para o cristianismo enfrentam um nível de hostilidade que força muitos a manterem a fé em segredo. Isso é especialmente verdade no Sul, onde a população muçulmana é mais conservadora. Reunir-se com outros cristãos traz risco de exposição devido ao monitoramento do serviço secreto tunisiano. Se a fé de um cristão é descoberta, isso pode ter um impacto prejudicial em sua vida diária, incluindo abuso verbal e físico, rejeição de pessoas queridas e insegurança no trabalho. 

Mas apesar dessas pressões, o número de cristãos de origem muçulmana está crescendo gradualmente.   

As mulheres são rejeitadas pela família e pela sociedade. Elas são mantidas em prisão domiciliar pelos próprios familiares. Muitas delas não têm permissão para ir à igreja ou encontrar-se com outros cristãos. 

Neyla (pseudônimo), cristã perseguida no Norte da África 

Como as mulheres são perseguidas na Tunísia? 

A lacuna na igualdade de gênero na Tunísia é muitas vezes explorada como um meio de perseguição religiosa, e meninas e mulheres cristãs são particularmente vulneráveis a assédio sexual e violência doméstica. Aquelas que se convertem do islamismo estão especialmente em risco. Se a nova fé de uma mulher é descoberta, isso pode levar a agressões, prisão domiciliar, expulsão de casa, casamento forçado, divórcio e perda de custódia dos filhos. Independentemente de como a perseguição aconteça, ela tipicamente vem de homens dominantes na família, seja marido, pai, irmão ou qualquer outro.  

Como os homens são perseguidos na Tunísia? 

Homens que se convertem ao cristianismo são considerados como tendo trazido vergonha sobre suas famílias e enfrentam intimidação, agressões, discriminação no local de trabalho e ameaças de morte. Pressionadas pela família, esposas muçulmanas abandonam um convertido cristão, e ele pode ter a herança ou o acesso a suas posses negados. Entretanto, a severidade da perseguição após a conversão depende da posição social e da influência do homem na comunidade local. Para alguns, isso significa ter que se realocar permanentemente por causa da oposição intensa. Outros são expulsos de casa, mas depois têm permissão para voltar após a posição da família quanto à conversão ter suavizado.  

O que a Portas Abertas faz para ajudar os cristãos na Tunísia? 

A Portas Abertas trabalha com parceiros locais e igrejas no Norte da África para prover treinamentos de liderança e discipulado, apoio para geração de renda, ajuda emergencial, distribuição de Bíblias e cuidado pastoral. 

Como posso ajudar os cristãos perseguidos na Tunísia?  

Além de orar por eles, você pode ajudar de forma prática doando para o projeto da Portas Abertas de apoio aos cristãos perseguidos que enfrentam maiores necessidades. 

QUERO AJUDAR

Quem persegue os cristãos na Tunísia? 

O termo “tipo de perseguição” é usado para descrever diferentes situações que causam hostilidade contra cristãos. Os tipos de perseguição aos cristãos na Tunísia são: opressão islâmica e paranoia ditatorial.  

Já as “fontes de perseguição” são os condutores/executores das hostilidades, violentas ou não violentas, contra os cristãos. Geralmente são grupos menores (radicais) dentro do grupo mais amplo de adeptos de uma determinada visão de mundo. As fontes de perseguição aos cristãos na Tunísia são: líderes religiosos não cristãos, parentes, cidadãos e quadrilhas, grupos religiosos violentos, oficiais do governo.  

 

Pedidos de oração da Tunísia 

  • Ore para que convertidos isolados se conectem com outros cristãos e sejam consolados por saberem que têm uma família na igreja. 
  • Interceda pelos cristãos que correm riscos por se reunir, para que eles conheçam a paz que só Jesus pode dar. 
  • Peça ao Senhor que as igrejas continuem crescendo e que cristãos possam adorar livremente.  

Sobre nós

A Portas Abertas é uma organização cristã internacional e interdenominacional, fundada pelo Irmão André, em 1955. Hoje, atua em mais de 60 países apoiando cristãos perseguidos por causa da fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2024 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco