Abyei, no Sudão do Sul, teme violência generalizada após ataques