Os Países Mais Perigosos para os Cristãos: Eritreia

Mais de mil cristãos eritreus foram presos por causa da fé

| 17/03/2023 - 08:00

O protecionismo denominacional alimenta a rivalidade entre os cristãos (foto: David Stanley)

O protecionismo denominacional alimenta a rivalidade entre os cristãos (foto: David Stanley)


Localizada no Chifre da África e cercada pelo Mar Vermelho, a Eritreia é composta por diversos grupos étnicos, tradições culturais e línguas nativas. Apesar da grande riqueza sociocultural, a nação está desgastada depois de anos em guerra contra a vizinha, Etiópia, e faz parte dos 11 Países Mais Perigosos para os Cristãos 


A Eritreia ocupa o 4
° lugar na Lista Mundial da Perseguição 2023 e, segundo dados da pesquisa mais recente, a pressão em todas as esferas da vida dos cristãos eritreus é extrema. A igreja e a vida pública são os ambientes em que os cristãos sentem a perseguição com maior intensidade.  


A desconfiança e a desunidade são incentivadas pelas autoridades, e o governo é considerado um dos mais repressivos do mundo. Os cristãos são monitorados por todos os lados e, quando suspeita-se de que as regras do governo sobre religião não são obedecidas, eles podem ser presos ou sofrer ataques e outros tipos de retaliações.
 


O protecionismo denominacional também intensifica os desafios da igreja no país. Há 20 anos, a Eritreia reconhece apenas três denominações cristãs oficiais: ortodoxa, católica e luterana. Todos as outras denominações cristãs são consideradas ilegais e seus membros são tratados como criminosos. 
 


Prisões e novos desafios
 


Relatórios internacionais indicam que milhares de cristãos foram presos arbitrariamente nos últimos dez anos por causa da fé em Jesus
 na Eritreia, ou seja, não tiveram direito a defesa e a um julgamento adequado. Em muitos casos, o preço para a liberdade é renunciar a Cristo. Aqueles que permanecem firmes em Jesus enfrentam tortura, fome e escassez de medicação nos presídios, pois são considerados cidadãos de segunda classe.  


A opressão islâmica é outro tipo de perseguição aos cristãos. A comunidade islâmica começou a crescer por volta do século 7 d.C. e hoje corresponde à metade da população eritreia. Muitos muçulmanos buscam uma convivência pacífica, no entanto, entre eles há extremistas que acreditam que aqueles que não seguem o islã devem ser eliminados, o que levou os cristãos a viverem no interior do país. 
 


Apesar das dificuldades, a igreja continua crescendo na Eritreia com cristãos que enfrentam a oposição com coragem e amor em Cristo.
 


Ajude a Igreja Perseguida em oração  

 
A oração é essencial para que os cristãos perseguidos encontrem forças e apoio para permanecer em Cristo em países com perseguição extrema. Participe do Domingo da Igreja Perseguida (DIP) no dia 4 de junho, quando igrejas de todo o Brasil se reunirão em intercessão pelos Países Mais Perigosos para os Cristãos.

 


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2023 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco