Presidente norte-americano recebe cristãos perseguidos

Em razão de reunião Ministerial para o Avanço da Liberdade Religiosa, diversas pessoas perseguidas no mundo são ouvidas por Trump

As histórias de cristãos perseguidos ao redor do mundo – pessoas por quem você tem orado e apoiado – chegaram a Washington D.C., capital dos Estados Unidos, com a presença de milhares de cristãos reunidos para a segunda reunião Ministerial para o Avanço da Liberdade Religiosa, a maior reunião de liberdade religiosa no mundo, que acontece pela segunda vez no país.

Nesta semana, vários dos cristãos perseguidos se encontraram com o presidente norte-americano, Donald Trump, e compartilharam um pouco de suas histórias com ele, incluindo Esther, da Nigéria, uma antiga cativa do Boko Haram; Andrew Brunson, pastor americano que ficou preso na Turquia; Meriam Ibrahim, que deu à luz enquanto estava presa no Sudão; Helen Berhane, cantora gospel que ficou presa em um contêiner na Eritreia, além de cristãos de Mianmar, Paquistão, Cuba, Coreia do Norte, Irã, entre outros. Por meio de suas orações e contribuições, a Portas Abertas tem caminhado junto a eles provendo aconselhamento pós-trauma, ajuda emergencial, encorajamento, discipulado, treinamento bíblico, entre outros.

A Portas Abertas também participou desse evento de outras formas. Em sua abordagem à perseguição religiosa global, o vice-presidente norte-americano, Mike Pence, citou a Lista Mundial da Perseguição, dizendo que a “Portas Abertas identifica a Coreia do Norte como o pior perseguidor de cristãos nos últimos anos”.

Também durante essa semana, um representante da Portas Abertas se encontrou com o vice-presidente Pence para compartilhar pesquisas e histórias com foco na perseguição aos cristãos e o trabalho da Portas Abertas de fortalecer a Igreja Perseguida em mais de 60 países. “O vice-presidente compartilhou seu apreço pela Portas Abertas e tudo o que fazemos para apoiar a liberdade religiosa e os cristãos perseguidos”, disse nosso representante. Acrescentou ainda que está muito claro que Pence tem “muito conhecimento sobre a Lista Mundial da Perseguição e tudo o que estamos fazendo”.

Continue orando por esses cristãos e os mais de 245 milhões de cristãos perseguidos ao redor do mundo. Se você quiser ajudar ainda mais a fortalecer esses nossos irmãos e irmãs, faça uma doação. Com isso você permite melhorar a realidade vivida por cristãos da Igreja Perseguida em todo o mundo.

Caso queira ver o vídeo do encontro na íntegra e em inglês, clique aqui.